Apenas 8.5km separam Terê e Petrópolis

Certamente você conhece ou já ouviu falar das curvas e da serra da BR 495, que liga Itaipava, em Petrópolis, a Teresópolis, bem como da travessia que rasga as montanhas dentro do Parque Nacional da Serra dos Órgãos, atingindo 2263m de altitude em seu ponto mais alto, na Pedra do Sino, em uma caminhada que leva até 3 dias e 2 noites.

Agora, você sabia que é possível alcançar uma das 2 cidades a partir da Posse, em Petrópolis e Andradas ou Santa Rita em Teresópolis, a partir da BR 116, num caminho bem cuidado e surpreendentemente rápido?

Pois bem, o TEREBUS e o Projeto Meu Estado Interior e InTEREior, esteve hoje realizando esta incrível viagem entre os 2 municípios.

Apesar de ser um caminho desconhecido da maioria dos munícipes dos 2 lados, é um caminho muito antigo, pois certamente remonta ao século 19, ligando as terras de March, após Freguesia de Santo Antônio do Paquequer, depois Therezopolis e Teresópolis, ao caminho do ouro, que passava por Córrego Seco, depois Petrópolis.

A prova disso são as histórias que podem ser contadas por antigos do local e, ainda, pela presença da pequena e charmosa igrejinha em homenagem a Santa Rita, remontando aos idos de 1830, sim, época que George March vivia em nossas terras, assim como o Tte. Joaquim Paulo, figuras muito importantes na história teresopolitana.

Cumpre salientar que a igreja é propriedade da Mitra Diocesana de Petrópolis, sob a curadoria da paróquia de São Charbel, em Providência, a Capela de Santa Rita, não sendo patrimônio tombado, infelizmente.

Por onde começar o trajeto:

Partindo de Teresópolis: BR 116, na altura do km 66, entrando para Cruzeiro, sendo necessário ter muita atenção para a conversão à esquerda, devido a alta velocidade dos carros naquele ponto da BR.

Entrando para Cruzeiro, siga em frente, passando pela localidade de Cruzeiro e indo rumo à Santa Rita. Logo a frente, à direita, verá a igreja a qual nos referimos. Se quiser, pode subir a pequena estradinha e curtir a bela e quase bicentenária construção.

Após, continue em frente até encontrar uma saída à esquerda, com placas para “Lucena, Sítio Vitoria, Fazenda da Brasa”… e à direita, uma interessante e criativa lixeira, feita sobre a caçamba de uma picape. Se seguir à esquerda, em menos de 2 km estará na localidade de Cornélio, que fica também em Santa Rita, o nome deste grande bairro, que abrange, ainda, localidades como Fazenda/Colônia Alpina, Holliday, Engano, Santana e Cachumba, para a qual seguiremos. Em Cornélio está a igreja evangélica mais antiga do município, a Casa de Oração local.

Até este ponto, onde está a referida lixeira, andamos 5,8km, sendo possivelmente o local conhecido como “Quebra-Pé”. Neste local, indo de ônibus, a partir de Teresópolis, linhas 33A e 55C, da Dedo de Deus, você poderá descer e marchar por alguns quilômetros até encontrar, já em Petrópolis, os carros da TURB em direção à Posse, nas linhas de Albertos e, mais abaixo, de Jurity.

Então, vamos continuar? Siga em frente, passando pela lixeira e em 2,5km, estará em uma bifurcação, em que à direita seguirá para Andradas, que fica a apenas 3km dali.

Não entrando para Andradas e seguindo em frente, rumo a Posse, seguir até o topo da montanha, que fica a apenas 1,8km. Exatamente quando parar de subir, chegando a 1.054m de altitude, e começar a descer, é a divisa entre os municípios de Teresópolis e Petrópolis, iniciando ali, os “Caminhos do Brejal”, região que engloba os bairros do Brejal, Jurity e Albertos.

Deste ponto até a curva que sobe para Albertos, em que terá como referência um ponto de ônibus à esquerda e uma grande curva em terreno asfaltado, significa que terá chegado ao ponto em que poderá pegar um ônibus para a Posse.

Até este ponto, andamos apenas 14km, sendo que a distância entre os 2 extremos dos ônibus urbanos é algo em torno de 8,5km apenas.

Dali até o local em que é possível pegar um ônibus da linha de Jurity são 2km e daí até a Posse, mais 6km.

Assim, ao total, marcados no odômetro, , percorremos 25,6km, entre a BR 116, na entrada para Cruzeiro, em Teresópolis e Posse, já em Petrópolis.

Na volta, ao chegar na bifurcação de Andradas, optamos seguir por esta localidade, eis que desconhecida dos participantes da aventura, sendo descortinada uma linda paisagem de Andradas e da Serra do Taquaril, a qual atravessamos, podendo, ainda, observar o cume que marca a tríplice divisa entre Teresópolis, Petrópolis e São José do Vale do Rio Preto.

Merece ser destacado o bom estado de conservação das estradas vicinais, em quase todo seu percurso.

Siga o nosso instagram:

@meuestadointerior
fluiz1971@gmail.com

link google maps da entrada para Cruzeiro, na BR 116:

https://www.google.com.br/maps/@-22.3030926,-42.9364607,3a,75y,34.76h,92.01t/data=!3m6!1e1!3m4!1sQdujriIcC3YtoJDY6xuX2Q!2e0!7i13312!8i6656

#caminhosdobrejal #teresopolis #petropolis #santarita #interior @renault #021 #rj
#tterebus
#meuestadointerior
#estradadechao

#tterebus

Uma resposta para “Apenas 8.5km separam Terê e Petrópolis

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s